Compulsão Alimentar – esse é um transtorno muito prevalente e pouco diagnosticado, presente em muitos dos pacientes que chegam até mim com o objetivo de emagrecer.

Queixas como falta de controle para parar de comer, continuar comendo mesmo sem fome, sensação de vergonha ou culpa após comer. Mas o que isso tem a ver com o Venvanse?

O Venvanse é a única medicação aprovada, tanto pela Anvisa como pelo FDA, para o tratamento do transtorno de compulsão alimentar moderada a grave.

Uma medicação que pode ajudar a melhorar a concentração, motivação e disposição; e ainda ajudar a emagrecer? Será que é assim tão simples? Continue a leitura, que hoje vou te contar tudo sobre o Venvanse!

 

O que é o Venvanse

O Venvanse nada mais é que o nome comercial da Lisdexanfetamina – uma medicação inativa, que após ser ingerida é quebrada por enzimas presentes nas células vermelhas do sangue e dividida no aminoácido Lisina e na Dextroanfetamina – a substância ativa do Venvanse.

Como funciona o Venvanse

Após tomar o Venvanse, essa dextroanfetamina funciona como um agonista do receptor TAAR1, que tem uma importante função de regular nossos neurotransmissores, e também inibe o VMAT2, que é um transportador dos neurotransmissores.

Fazendo isso, conseguimos liberar esses neurotransmissores monoaminas (Dopamina, norepinefrina, serotonina..) do seu local de armazenamento para o neurônio pré-sináptico, e também evitar a recaptação desses neurotransmissores na fenda sináptica.

Resumindo, o Venvanse vai aumentar a ação da sua Dopamina, Norepinefrina e Serotonina. O que isso significa?

Pela Noradrenalina, ele vai diminuir sua fome, ou seja, o desejo ou urgência do alimento.

A Dopamina é o neurotransmissor relacionado ao nosso sistema de recompensa – e as pessoas com compulsão alimentar acabam tendo esse sistema desregulado. Um estudo de 2011 mostrou que, mesmo comparado a pessoas obesas sem compulsão, os compulsivos apresentavam um aumento muito maior de dopamina em resposta a visão ou cheiro dos seus alimentos favoritos.

Ou seja, seu cérebro fica “viciado” nesse aumento de dopamina, e pede cada vez mais comida.

Como o Venvanse aumenta a dopamina, as pessoas com compulsão já não precisam do excesso de comida para conseguir o neurotransmissor.

A medicação também aumenta a Serotonina – mas em um grau muito menor que a Sibutramina, por exemplo – e então acaba ajudando muito menos na saciedade.

Por isso, cada medicação tem seu efeito especifico.

Procure seu médico para saber qual é a melhor para o seu caso!

 

Tratamento para Compulsão Alimentar

O Venvanse é muito conhecido pelo seu papel no tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), mas pouca gente sabe que ele é o único tratamento aprovado para o Transtorno de Compulsão Alimentar moderado a grave, sendo essa uma doença que atinge 2% dos homens e 3,5% das mulheres durante suas vidas.

E a cada 10 pessoas que procuram um tratamento para emagrecer, 3 tem sinais de compulsão alimentar – que precisa ser tratada para um bom resultado!

Se você, nos últimos 3 meses:

-Teve episódios de “overeating” (comeu significativamente mais do que a maioria das pessoas comeria em um período de tempo semelhante);
-Teve a sensação de falta de controle sobre o que estava comendo;
-Teve episódios em que continuou comendo mesmo sem fome;
-Se sentiu envergonhado ou culpado após comer

Você pode ter o Transtorno de Compulsão Alimentar, e estar precisando de tratamento – procure atendimento médico!

 

Venvanse emagrece?

Em estudo realizado em adultos com compulsão alimentar moderada ou severa, o tratamento não só diminuiu muito os episódios como evitou o relapso, e os pacientes que tomaram a medicação perderam uma média de 8kg, o dobro do placebo.

Mas lembre-se: essa não é uma medicação aprovada para o tratamento de sobrepeso e obesidade, mas sim para a compulsão alimentar.

Acontece que é muito comum a compulsão ser uma das causas do ganho de peso e da dificuldade para emagrecer.

Então, sim, o Venvanse pode te ajudar a perder peso! Desde que indicado corretamente.

 

Efeitos colaterais do Venvanse

Os principais efeitos colaterais do Venvanse observados em estudos de longa duração incluem insônia (20%), diminuição do apetite (17%), boca seca (17%) e irritabilidade (11%).

Outros efeitos colaterais mais raros incluem dor de cabeça, piora da ansiedade, alterações gastrointestinais, como náusea, vômitos ou diarréia, entre outros.

 

Como tomar Venvanse

O venvanse está disponível em 3 dosagens – 30mg, 50mg e 70mg.

Para o tratamento da compulsão alimentar e emagrecimento, a dose inicial a ser utilizada é a de 30mg, com o objetivo de aumentar para 50 ou 70mg posteriormente – essas doses foram mais efetivas nos estudos realizados.

Deve ser usado pela manhã, pois seu efeito estimulante pode piorar o sono.

E você NÃO pode tomar essa medicação se você tiver tomado algum antidepressivo da classe dos Inibidores da Monoamino oxidase (IMAO) nos últimos 14 dias!

Se você toma outras medicações que causam alguma alteração no sistema nervoso central e neurotransmissores, converse com seu médico.

Vale lembrar que essa é uma medicação que exige um receita de notificação especial – “A”, amarela.

 

Se você gostou desse post, clique nos ícones abaixo e compartilhe – você me ajuda e pode ajudar alguém com compulsão alimentar!

E se gostou do conteúdo e deseja agendar uma consulta, clique abaixo.

Até a próxima!